Diário de Teresina - Informação com qualidade! Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Utopia FM - Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Operação flagra buracos, grades serradas e aborta 2ª tentativa de fuga

Segundo a Secretaria de Justiça, detentos planejavam fugir nesta quarta-feira (6) da Penitenciária Irmão Guido, em Teresina.


Operação flagra buracos, grades serradas e aborta 2ª tentativa de fuga

Uma segunda tentativa de fuga foi abortada na Penitenciária Irmão Guido, Zona Sul de Teresina, em apenas quatro dias. Segundo a Secretaria de Justiça do Piauí, os presos serraram grades e cavaram dois buracos na intenção de fugir nesta quarta-feira (6).

"Recebemos a informação através da Dipe [Diretoria de Inteligência e Proteção Externa], de que uma fuga estava sendo articulada para esta quarta-feira. A partir daí foi deflagrada a Operação Raposa Presa, que descobriu grades serradas e dois buracos em celas do pavilhão A", informou o gerente da Irmão Guido, Josiel Lima.

De acordo com o tenente coronel Luís Antônio Pitombeira, diretor da Dipe, uma cela do pavilhão A estava com grades serradas e duas com buracos sendo cavados e em avançado estado de profundidade. Um preso identificado como o articulador da possível fuga foi isolado e deve cumprir medidas disciplinares.

"Uma ação bem articulada e eficaz, com trabalho conjunto de 40 policiais militares e agentes penitenciários. Foram feitas vistorias nos pavilhões A e D da unidade, onde encontramos também objetos ilícitos como drogas, ferros, fios e 12 celulares", comentou Pitombeira.

"A operação deflagrada na madrugada ainda está em execução. Tivemos um alerta da nossa Inteligência da possibilidade de uma fuga, que foi confirmada. Já encaminhamos uma recomendação para a gerência, agentes penitenciários e policiais militares para reforçarem a atenção na unidade, de maneira a evitarmos fugas e outros distúrbios", comentou Daniel Oliveira.

Além disso, o secretário solicitou um novo posto de vigilância interna no presídio e o reforço das ações da Polícia Militar na proteção externa da penitenciária. Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, a Irmão Guido contém atualmente 600 detentos, sendo que a capacidade é para 300.

Conteúdo relacionado