Diário de Teresina - Informação com qualidade! Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Utopia FM - Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Grevistas bloqueiam Pontes do Poti Velho e JK e param ônibus

Os sindicalistas e trabalhadores que aderiram, na manhã desta sexta-feira (30), à greve geral contra as reformas trabalhista, da previdência social


Grevistas bloqueiam Pontes do Poti Velho e JK e param ônibus

Os sindicalistas e trabalhadores que aderiram, na manhã desta sexta-feira (30),  à greve geral contra as reformas trabalhista, da previdência social, contra terceirização, pararam a maior parte dos ônibus urbanos de Teresina.

O presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores) do Piauí, Paulo Bezerra, informou que as pontes do Poti Velho, que liga os bairros Poti Velho e Santa Maria da Codipi,  e a Juscelino Kubitschek, a  JK, que liga a avenida Frei Serafim, no centro de Teresina, e a avenida João XXIII, na zona Leste, foram  bloqueadas pelos trabalhadores da construção civil, que também decidiram aderir à greve.

Paulo Bezerra afirmou que os sindicalistas foram para as garagens dos ônibus para que os motoristas participem das manifestações contra as reformas do governo, Fora Temer e por eleições diretas após a saída do presidente Michel Temer.

A maior parte dos ônibus urbanos está parada desde a zero hora de sexta-feira em Teresina. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Pauí, Fernando Feijão, declarou que os 800 motoristas e cobradores efetivamente pararam a partir das 7h em uma greve que vai terminar às 12h, horário do fim das manifestações que começam às 10h na Praça Rio Branco e vão até a Praça da Liberdade, no centro de Teresina.

Paulo Bezerra afrmou que pararam os trabalhadores da construção civil, trabalhadores rodoviários, professores e servidores do IFPI, Uespi, e Ufpi, motoristas em Teresina, Parnaíba, Picos e Piripiri.

Ele informou que  os comerciários de teresina decidiram em assembleia geral, realizada na noite de quinta-feira, dedidiram aderir à greve geral desta sexta-feira, além dos servidores públicos municipais de Teresina, inclusive os trabalhadores do setor administrativo.

Via Meio Norte

Conteúdo relacionado