Diário de Teresina - Informação com qualidade! Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Utopia FM - Diário de Teresina - Informação com qualidade!

Bandidos invadem creche em Teresina e deixam ameaças com artigos

Artigos 157, 155 e 121 que tratam sobre roubo, furto e homicídio, respectivamente, foram escritos em quadro de sala de aula.


Bandidos invadem creche em Teresina e deixam ameaças com artigos

"Vou voltar 'pra' pegar mais", diz um recado deixado em um quadro escolar do Centro Infantil Municipal Louvor e Vida, no bairro Água Mineral, zona Norte de Teresina, na madrugada dessa terça-feira (5). Foram furtados vários equipamentos, mas o que assustou de verdade os funcionários foram as ameaças deixadas com artigos do código penal, incluindo de homicídio.

No quadro de uma das salas de aula, ficaram os artigos 157, que tipifica o crime de roubo; 121, que trata sobre "matar alguém" e 155, que fala sobre o crime de furto. Dentre os equipamentos roubados estão ventiladores, computadores e televisores. Os funcionários acreditam que os bandidos entraram na escola pela abertura de um espaço de ar condicionado da sala da diretoria.

"Eles deixaram ameaças de homicídio, roubo e furto, hoje ninguém veio trabalhar com bolsa, só de medo de eles voltarem. Tinha dois anos que nós não éramos vítimas de assalto nem roubo nem nada, aí agora acontece isso", contou a auxiliar de secretaria Sandra Sales, que teme pela sua segurança, de colegas e alunos.

Segundo o delegado Sebastião Alencar, do 2º Distrito Policial, o caso já está sendo investigado e a polícia tem suspeitos. "Eles deixaram no quadro a assinatura de um bandido conhecido na região, mas como já conhecemos como atuam esses grupos, a nossa suspeita é de que seja um grupo rival tentando incriminar esse rapaz e atrasar a investigação. Esses grupos inimigos atuam assim", explicou.

Ele disse ainda que a polícia já está realizando diligências na manhã de hoje em busca de suspeitos. A creche, que atende 135 alunos entre dois e seis anos está funcionando normalmente nesta quarta-feira, mas os funcionários temem uma nova ação.

"Eles deixaram um martelo enorme aqui, que usaram para entrar na escola e quebrar portas. Não sabemos o que ainda pode acontecer, todo mundo está com medo", finalizou Sandra.

Conteúdo relacionado